Turma do Blog - MMA

Para a galera que curte assistir e comentar sobre MMA.


Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Imprensa gringa aposta em vitória de ‘Spider’

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

A confiança em uma vitória de Anderson Silva no UFC 148, sobre Chael Sonnen, não vem apenas entre os fãs e especialistas brasileiros. A TATAME conversou com seis dos mais influentes jornalistas norte-americanos, e o palpite é o mesmo: ‘Spider’ seguirá no topo.

“Acho que veremos uma luta bem diferente dessa vez. Não quero desmerecer a fantástica performance do Chael Sonnen no UFC 117, mas eu acho que as pessoas tendem a esquecer que Anderson Silva teve uma lesão na costela antes de entrar para a luta”, analisa John Morgan, do MMAJunkie.

“Além da óbvia motivação que o Anderson tem para essa luta, eu acho que vamos ver uma das melhores performances que já vimos de um homem tido como o melhor lutador de todos os tempos”, complementa.

“Acho que vai ser a luta com a maior carga emocional do ano. Também espero que o Anderson se apresente melhor dessa vez. Também não espero que o Chael consiga derrubar o Anderson tão facilmente dessa vez”, prevê Ariel Helwani, do MMA Fighting, apoiado por Damon Martin, do MMA Weekly.

“Verdade seja dita, acho que o Chael teve a melhor performance da sua vida contra o Anderson na primeira luta e acho que não será assim de novo. Teremos uma queda nessa luta? Provavelmente. Mas, no contexto geral, acredito que o Anderson vá dominar”, diz.

Editor do Sherdog, Jordan Breen acredita na vitória de Anderson, ainda mais levando em conta que Sonnen não se apresentou bem contra Michael Bisping, no início do ano.

“Sonnen vem ficando maior e maior e acho que isso seja ruim para ele. Contra Michael Bisping, ele teve problemas em bater o peso, estava menos móvel, se cansou mais facilmente e tal”, lembra. “Se essa luta durar tanto assim, eu acho que o Silva vai dar uma violenta bagunçada no Sonnen. Ele pode cansar o Sonnen do mesmo jeito que o Bisping fez.

Karyn Bryant, do MMA Heat, fica mais em cima do muro. “Acho que o Silva estará mais preparado para defender as quedas, mas também acho que o Chael vai estar mais determinado do que nunca e que será muito agressivo”, prevê. “Sei que alguns não acreditam que ele lutava contra a lesão na costela na primeira luta, mas eu tendo a acreditar e acho que, estando saudável dessa vez, ele vai lutar de maneira diferente”.

O peso das provocações

Anderson demorou para responder os meses de provocações de Chael, e o fez em grande estilo: prometendo quebrar todos os dentes do rival e quebrar suas pernas e braços. Para os especialistas, o “trash talk” deve influenciar os ânimos dos lutadores.

“Pode mudar a performance do Anderson porque eu acho que ele está legitimamente com raiva do Sonnen. Eu acredito que a raiva vai fazer o Anderson focar mais e não diminuir seu desempenho, mas se ele frustrar no começo da luta e não conseguir lançar golpes que possam nocautear, isso pode se voltar contra ele. Mas acho que não irá acontecer. O Silva é um assassino”, decreta Damon Martin.

“Acho que isso significa que veremos Anderson bem mais focado”, diz Ariel Helwani, sobre as respostas do brasileiro. “Acho que significa que ele está levando a luta mais a sério. Eu não acho que signifique que o Chael entrou na sua cabeça, como alguns sugeriram. Tem certos atletas que você não quer irritar, e o Anderson é um deles”.

John Morgan espera por um desempenho agressivo do brasileiro. “Acho que a sua raiva vai alimentar uma melhor performance. Pensa no que ele fez com o Vitor Belfort depois de toda aquela falação sobre máscaras. Eu acho que o Anderson vai ser tão violento quanto prometeu ser”, afirma, sugerindo que .o campeão evitou responder às polêmicas de Chael para não lhe dar mais dinheiro.

“Toda matéria escrita é um pay-per-view a mais que é vendido, e isso significa mais dinheiro para o Chael, o que eu acho que o Anderson odeia. Por que dar o centro das atenções para o seu inimigo? O Chael é um brilhante vendedor de luta, mas eu acho que algumas das coisas que ele fala foram um pouco demais. O Anderson, que sempre foi conhecido por ser um cara emocional, tomou um atitude condizente à sua personalidade”.

“Eu acho que ele chegou ao seu limite e respondeu, e o fez estrategicamente bem. Todo mundo na conferência telefônica estava esperando mais um show do Chael Sonnen, mas quando o Anderson começou a jorrar sua ira, as perguntas para o Chael pararam e todo mundo queria ouvir o que o Anderson tinha a dizer”, analisa Damon Martin. “Foi esperto fazê-lo nesse momento, bem calculado. O Anderson sabia exatamente o que estava fazendo naquele dia”.

Jordan Breen lembra a polêmica luta entre Anderson e Demian Maia para traçar um paralelo entre as respostas do campeão às provocações.

“Tenho visto algumas pessoas tentando comparar isso com a luta do Anderson com o Demian Maia, mas o Maia e o Sonnen são pessoas muito diferentes. Enquanto a reação do Silva com o Maia foi bizarra e sem classe – mesmo com o “cadê o seu Jiu-Jitsu agora, playboy?” sendo hilário – a reação dele com o Sonnen me parece justa depois de literalmente anos de provocação”.

Jornalista especialista de MMA da ESPN, Josh Gross acredita que as respostas de Anderson foram um reflexo da sua mentalidade para esta luta. “Eu acredito no camp dele quando dizem que ele está cansado do Sonnen falar e que ele está com raiva”, opina o repórter. “Acho que não vai afetar para o Sonnen. Para o Silva, talvez. E isso vai ser bem interessante”.

Karyn Bryant vê a situação com outros olhos. Para ela, todo o “trash talk” pode atrapalhar Sonnen.

“Para mim, pode acontecer de duas maneiras: ou o Chael fará a luta da vida dele ou vai amarelar brilhantemente. E ver o Anderson lutar com um senso de urgência vai ser muito bom para os fãs. O fato de termos o ouvido falar um pouco também é bom, na minha opinião”, analisa. “Acho que o Anderson estava trabalhando mais duro na academia do que no microfone”.

Previsão de nocaute em menos de 15 minutos

Dos seis jornalistas entrevistados, cinco apostam em nocaute ou finalização até o terceiro assalto. “Eu acho que o Silva para Sonnen mais uma vez, provavelmente por finalização, mas mesmo com o queixo duro de Sonnen, é bem possível que o Spider nocauteie”, aposta Jordan Breen, apoiado por John Morgan. “Ele evita as quedas e termina batendo no Chael em pé, terminando a luta no segundo ou terceiro rounds”.

Enquanto Damon Martin, Ariel Helwani e Josh Gross apostam em nocaute no terceiro assalto, Karyn Bryant é mais comedida. “É muito difícil prever essa luta. O Chael pode ganhar no ground and pound, mas também pode ser finalizado novamente. Não estou esperando um nocaute no estilo do Belfort, mas acho que o Anderson vai mandar alguns golpes significantes e acredito que ele possa nocautear”, diz. “Um erro do Sonnen pode ter grandes conseqüências”, completa Gross.

O UFC 148 quebrará recordes?

Presidente do UFC, Dana White acredita que o evento de sábado poderá entrar para a história como um dos maiores números de pay-per-view, chegando a compará-lo à centésima edição, que contou com duas disputas de cinturão e o duelo entre os treinadores do TUF. Para a imprensa, no entanto, as expectativas são menores.

“O UFC 100 teve o chamariz de ser o número 100 e um card melhor distribuído, com GSP e o (Brock) Lesnar. Vai demorar um pouco, acredito eu, para que esse recorde seja quebrado”, analisa Ariel Helwani. “Mas vai ser o pay-per-view de mais sucesso para o UFC em 2012”, pondera Josh Gross.

“Não espero que passem de um milhão. Acho que fica entre 800 mil e um milhão, para ser realista. O produto do UFC é tão desinteressante agora que eu acho difícil passar de um milhão”, decreta Jordan Breen. Damon Martin discorda: “eu acho que não vai bater recordes, mas acredito que vai passar de um milhão de vendas em pay-per-view, o que só aconteceu uma vez ou duas na história do UFC”.

Karyn Bryant tem uma visão mais otimista quanto ao sucesso do card. “Chael é um cara polarizador, então muitas pessoas comprarão a luta ou para vê-lo ganhar ou para vê-lo perder. E o Anderson provou em repetidas ocasiões que ele é um lutador empolgante, dinâmico e que vale a pena pagar para vê-lo lutar”.

Pensando na expansão da marca UFC, John Morgan vai além: “Não tenho certeza se o Anderson e o Chael são monstros do pay-per-view como o Brock Lesnar, mas você tem que imaginar quanto essa luta vai gerar ao redor do mundo. Não significa que isso será revertido para o UFC, mas pode trazer contratos lucrativos em termos de televisão e desenvolvimento de mercados”.

Fonte: http://www.tatame.com.br/2012/07/04/UFC--Imprensa-gringa-aposta-em-vitoria-de-Spider

Ver perfil do usuário
Bem imparciais....igualzinho uns blogueiros tupiniquins, que diziam, por exemplo, que "Shogun bem preparado é o cara a ser batido na LHW", mesmo depois da sova que tomou do Jones.


_________________
"I'm not surprise, motherfuckers"

"Vim para essa luta como um moleque gordo que acabou de sair da praia em Cabo"

"Não tive sparring"
Ver perfil do usuário

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum